Quarta-feira, 17 de Março de 2004

Confiarei...

Confiarei
Nessa mão que me
Ampara, e que sempre me
Aponta o caminho a seguir.

Confiarei
Nessa estrada que me
Deste, mesmo sendo muito
Agreste, por ela, eu seguirei.

E avançarei,
Sem medo algum
Agora sei, que eu sozinho não
Irei.
Quando avançares te seguirei.
Comigo te levarei.

Gabriel Braga

publicado por JoãoSousa às 22:14
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 18 de Março de 2004 às 22:28
Brigado pelo comentario encandescente :)
É tao bom sentir essa mao apoiada no nosso ombro quando seguimos por um caminho que nao conhecemos mas que sabemos nao ser só nosso...madOsiris
(http://www.unknownpoets.blogs.sapo.pt)
(mailto:madness@portugalmail.com)


De Anónimo a 18 de Março de 2004 às 21:54
Quando seguimos um caminho que não o é só nosso há sempre essa sensação de estar acompanhado. Gostei muito do poema:)*encandescente
(http://eroticidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:encandescente@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs