Domingo, 18 de Abril de 2004

O homem que tinha dois dias... IV

O homem que tinha dois dias levantou-se cedo, correu toda a sua rua, parando em todos os cafés, em todas as casas, cumprimentando todos os seus conhecidos e despedindo-se e pagando as suas dívidas. Juntou todos os seus amigos e passou a tarde com eles, despediu-se no fim. Ligou para todos os seus amigos que estavam longe e despediu-se também, como se fosse uma despedida normal mas já cheia de saudade. No fim da noite, depois de bem aproveitado o seu penúltimo dia arrumou tudo ao mínimo pormenor, todas as suas roupas em malas, limpou todo o pó que sempre lhe fizera companhia, arrumou os livros que tinha devorado em tempos e que se encontravam espalhados pela casa, limpou os cinzeiros com as cinzas dos cigarros que sempre o suportavam nos momentos mais nervosos ou então por simples prazer. Decidiu fazer uma ceia e comeu uma refeição imensa. Arrumou a cozinha toda, de alto a baixo, sentou-se no sofá a recordar velhos tempos com os álbuns de fotografias, leu os seus diários, leu todas as cartas que lhe mandaram e bebeu um cálice do vinho do porto que uma altura lhe ofereceram e tinha prometido abrir numa altura importante... e essa altura chegava a passos largos. Viu novamente todas as fotos, já envolto em saudades. Relembrou todos os tempos, até já os esquecidos. Encheu a casa com o vazio da sua futura ausência e deitou-se dando um longo suspiro...

Gabriel Braga

publicado por JoãoSousa às 02:21
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 10:32
Este texto está extraordinário! Parabénsencandescente
(http://eroticidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:encandescente@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Abril de 2004 às 15:06
lindo....nês
(http://www.crazylittlelady.blogspot.com)
(mailto:)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs