Sábado, 24 de Abril de 2004

Tristeza

Sad.jpg

Como pode ser possível, algo tão duro, com tanta dor, ser tão belo?
É por isso que a tristeza me chama para ela, me deixa louco consigo, que me faz viver nela, depender dela... Porque é tão bela, que me seduziu, tão esperta que me enganou, tão vil que me prendeu... Mas ela não tem culpa. Não tem culpa de ser dolorosa e ao mesmo tempo bela. Apenas nasceu assim, certamente no meio de uma lágrima que rolava pelo rosto de alguém. Uma lágrima mostrando que esse alguém estava triste. Uma lágrima que certamente era bela.


Gabriel Braga in Paradoxos da vida real

publicado por JoãoSousa às 20:56
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 20 de Julho de 2005 às 23:45
Gabriel,

Simplesmente, adorei seu blog. Gosto do lirismo simples de seu texto, das belas imagens, da estrutura e estilo de todo ele. Paula Cunha
</a>
(mailto:pauladorica@yahoo.com.br)


De Anónimo a 25 de Abril de 2004 às 14:12
A "lágrima" em si é um paradoxo; ora cai pela alegria, ora inunda-nos pelo choro.PATADIREITA
(http://pataslamacentas.blogs.sapo.pt)
(mailto:pataslamacentas@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Abril de 2004 às 09:55
paradoxos sim.. gosteiencandescente
(http://eroticidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:encandescente@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs