Domingo, 27 de Junho de 2004

Desabafo I

Não sei se é pelo facto de a minha vida ter estagnado completamente, ou se pelo facto de andar tão sonhador que me sinto tão vazio. De tal modo vazio que quando me tento ver não me vejo, quando me tento recordar não me recordo, quando tento olhar para o meu peito nada vejo senão o buraco que sempre teve.
Deve ser pelo facto de ter entrado em férias e ficar os dias em casa, ou então ir para o shopping passear com o pessoal, comentar as pessoas, rir-me enquanto me envolvo numa nuvem, que me sinto tão vazio. Talvez seja por isso que eu tenha esta necessidade desesperada de estar sempre a sair de casa. Porque quando estou com eles, não penso no vazio em mim, nem sequer me lembro que esse vazio existe, porque estou com eles e porque eles me enchem (infelizmente apenas por momentos).
Deve também ser pelo facto de andar tão sonhador, de andar a sonhar tanto contigo que me sinto tão vazio. E acredito que seja este o motivo deste vazio estúpido que existe sem razão dentro de mim. O facto de não te poder ter, possuir, gritar ao mundo que existes para mim, revolta-me e faz de mim um ser vazio.

Gabriel Braga "Estava mesmo a precisar"

publicado por JoãoSousa às 04:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs