Sexta-feira, 19 de Novembro de 2004

Ainda espero

E ainda te chamo pelo nome
quando me deito sozinho na cama.
Ainda te vejo quando acabo por fechar os olhos
e ainda ouço o teu riso quando te vejo em sonhos.
(E as vezes nesses sonhos sinto o cheiro dos teus cabelos)
Vejo-me muitas vezes a tocar nos sítios em que me tocavas.
Lembro tudo o que passamos juntos
e isso faz-me sofrer ainda mais.
Ardo quando imagino os teus lábios a tocarem nos meus
e sinto os olhos doloridos quando revejo a tua sombra na despedida.
E porquê?
Porque guardo todas estas lembranças tuas?
Porque me auto-destruo relembrando a tua vida?
Não encontro resposta.
Sei que devia deixar-te ir, deixar-te livre, esquecer-te
mas não o faço. Prendo-te na minha memória.
Tudo, guardo todos os teus gestos, todas as tuas falas
Colecciono todos os momentos que passei contigo
E porquê?
E se um dia voltares,
serás um anjo, em todo o teu esplendor.
Brilharás novamente na minha vida e iluminarás o Mundo
Cantarás maravilhas eternas
E terás toda uma eternidade pela frente.
Espero,
e talvez seja por isso que ainda te espero.



Gabriel Braga

publicado por JoãoSousa às 20:07
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 19:09
Somos tendenciosos a relembrar exageradamente os bons momentos que passamos com aquela pessoa q nos abandonou... Porque? Para sofrermos ainda mais ou pq temos pavor q o tempo apague esses momentos? Bonito poema...miss antipatia
(http://www.missantipatia.blogs.sapo.pt)
(mailto:missantipatia@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 13:23
Parabéns GabrielLino Gomes
(http://www.pensamentosdiversos.blogspot.com/)
(mailto:lino_aliado@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 22:13
mais um poema excelente, como e normal neste optimo blogspeak_easy
(http://postas.blogs.sapo.pt)
(mailto:hmeira@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 21:58
mfc nao sei se te desiludo mas nao sou o Tal Rafael que conheceste a jogar Bridge no porto! Obrigado pelo comentario!madness
(http://www.unknownpoets.blogs.sapo.pt)
(mailto:madness@portugalmail.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 21:02
Antes de mais obrigado pelo teu comentário.
Agora uma pergunta.
És o Rafael que conheci no Porto a jogar Bridge?mfc
(http://pedemeias.blogspot.com)
(mailto:manuelfelixcosta@msn.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 20:46
A esperança é a última a morrer...e quem espera sempre alcança...Ditados populares que têm todo o sentido.pedevento
(http://pedevento.blogs.sapo.pt)
(mailto:mardapalha@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 20:45
:) espera com um sorriso*Black Rose
(http://wwwalguemperdido.blogspot.com)
(mailto:gu4no@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs