Sábado, 18 de Abril de 2009

One Night Stand

 

Saia daquele beco apertado e fumarento, ainda com sabor da cerveja a escorrer-me pela garganta, e caminhava para o carro com vontade de ir para casa e não voltar mais.
Mas entretanto os teus olhos fixaram os meus e nesse instante em que caminhavas em direcção a mim, toda a minha memória se esforçou para relembrar os olhares que me atiravas ainda lá dentro, no meio da confusão, aquando te tocava sem querer ao descer as escadas onde estavas a fumar um cigarro.
Incrível como o poder das memórias trémulas e confusas fizeram também os meus olhos fixarem em ti e seguirem os teus passos, o movimento do teu corpo, o penetrante dos teus olhos em mim, seguindo também os meus passos, o movimento do meu corpo, os meus olhos colados em ti.
E cruzamo-nos sem proferir palavras, nem sentimentos, nem qualquer emoção a não ser um sorriso que me escapou violento. E depois seguimos, cada um em direcção oposta ao outro, mas ainda com os pensamentos toldados em nós os dois.
De repente, sem querer olhei para trás. Algo me puxou, ou me obrigou a olhar-te de trás, a ver se olhavas também, na esperança talvez de podermos não seguir caminhos opostos, mas seguir simplesmente o mesmo.
E lá, naquele instante em que me virei para trás, voltei a ver o teu olhar, o teu rodar de cabeça, o teu instinto semelhante ao meu, de não me perder de vista. Contentei a minha alma, acalmei o coração, preparei o corpo e mais um sorriso me fugiu enquanto voltava a cabeça para a frente e voltava ao meu caminho.
Podias ter-me seguido. Queria que me tivesses seguido, ou então meramente um sussurro ou um piscar de olhos, ou até mesmo um sorriso em resposta aos meus fugitivos.
Mas não. Seguimos os dois, opostos.
 
Fica agora na memoria, a ideia desordenada da tua cara e dos teus olhos, a vontade de voltar a ver-te e o desejo de coragem para largar os olhares e avançar-me simplesmente em ti.
música: Suckers - It Makes Your Body Movin'

publicado por JoãoSousa às 18:30
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De yulunga a 19 de Abril de 2009 às 03:36
Alguém escreveu algures por aí:
"Talvez arranjar a companhia certa que nos consiga levar às nuvens."
Candidata já há.


De Emanuela a 25 de Abril de 2009 às 02:10
Instintos, solidão? O que se busca nas noites,não é meu amigo? Já há muito não faço parte dessas buscas. Ainda assim, é interessante ouvir-te falando sobre elas.
Beijinhos


De Maria a 5 de Maio de 2009 às 19:01
Acho que deveria participar do concurso que está no ar http://www.talentos.wiki.br/, você concorre com duas poesias! Tente, acho que tem muitas chances, o prêmio é de cinco mil reais! Um abraço, parabéns pelo site.


De isbel a 26 de Agosto de 2009 às 14:18
A FESTA MAIS ESTUPIDA DE SEMPRE


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs