Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

A escrita

 

Paro!
Porque parar fez-me ver o que de mim se escapava por entre linhas mal escritas e borrões de canetas que não sabiam o que estavam a fazer.
Mas apercebi-me, no levantar de um novo ano que o que me libertou enfim, da profunda tristeza que tenho em mim, foi nada mais que a simples perda de vontade de escrever.
 
Sim! A escrita, tão pobre e inocente escrita é que me arruinou as ideias e me toldou o pensamento e então a realidade misturou-se com a ficção e tudo se baralhou e entretanto, para me exprimir e respirar só restava a escrita. Coitada e débil escrita.
 
Um escape. Apenas um escape foi a minha escrita. O único escape. O real escape. A escrita. Forte, dura, revoltada escrita que me levava em ambições maiores que a própria depressão. Não chegavam as lágrimas ao fim do dia, tinha de haver escrita. Tinha de me exprimir, de me mostrar, de chamar a atenção, e nada melhor que a escrita.
 
Por isso paro!
Porque parar me deixa sorrir, me deixa distraído e com tempo. Sem lágrimas, nem escapes, nem revoltas, durezas e coitadas letras confusas em papeis que nada sentem.
Paro, porque não são as folhas aquelas que me ajudam, são sim aquelas que prendem ainda mais a solidão, a tristeza, a inquietude que tenho agarradas a mim.
 
Paro!
 
De escrever, paro.
música: Beirut - St. Apollonia

publicado por JoãoSousa às 20:32
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Emanuela a 6 de Janeiro de 2009 às 22:11
Não concordo contigo. Não é a escrita que te deixa triste.É nela que exprimes a tristeza que sentes e se agora não tens vontade de escrever é porque te sentes mais vazio( também tenho me sentido assim...serão ondas que nos levam de arrastão, a todos?). Ainda que sinta a tua falta, ainda que a venha sentindo já há algum tempo, não só de ti como de outros tantos amigos e até mesmo de mim, também tenho estado mais devagar na escrita...Ainda que continue a me sentir triste, não tenho sentido necessidade de exprimir esta tristeza como fazia antes. Estás mais leve? Eu também. E que bom que seja assim.
Espero encontrar-te por aqui a exprimir tuas alegrias.
Um beijo e o desejo de um lindo 2009!


De alexiaa a 12 de Janeiro de 2009 às 13:17
Eu percebo. Escrever muitas vezes até dá vómitos tal é a angustia. Uma pausa é uma boa ideia:)
Acho eu...que sou maluca:)~
Bjinho


De Angie9 a 14 de Janeiro de 2009 às 11:59
"Um escape. Apenas um escape foi a minha escrita. O único escape. O real escape."- que mais poderá ser a escrita? Porque escrevemos, afinal? é como outra forma de arte. é a nossa expressao. continua a escrever, porque os teus textos sao bonitos.:)


De Emanuela a 21 de Fevereiro de 2009 às 01:55
Saudades de te ler amigo... Mas estás feliz? Então está tudo bem!
Um beijinho


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs