Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

Tempo, precisa-se

Corremos de mãos entrelaçadas uma na outra, até nos apercebermos que o tempo ficou todo para trás e estamos sozinhos entre a imensidão do vazio, onde não existe qualquer tipo de relógio.

E sorrimos porque tudo o que ficou empatado para trás, se tornou fútil, inútil e banal, e apenas a visão de uma branda eternidade nos descansa e nos deixa respirar. Não há, a partir daqui, qualquer tipo de perda de horas, ou rotina, ou falta de tempo, ou períodos circulares. Apenas existe a eternidade! Apenas existimos nós! Intemporal!

música: Amy Winehouse - Love is a Losing Game

publicado por JoãoSousa às 20:37
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Emanuela a 24 de Setembro de 2008 às 02:36
Cruzes, amigo! Desencarnaste?
Mesmo assim, intemporal, gostei de rever-te!
Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs