Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

...

 
Nunca corri o mundo,
Mas o mundo que corro todos os dias,
Todas as horas,
Torna-se tão imensamente real e infinito.
 
Leva-me em tão fascinantes viagens,
Que me alicia a cravar cada vez mais
Este peso morto na terra, espalhar bem as raízes,
Para que fique bem preso e soltar estes sonhos
De todas as amarras da vida,
Para poder correr e viver sem nenhuma limitação.
 
Aí não surgirão horizontes limitados,
Nem fatigantes paragens,
Nem o sono, nem o desespero, nem a saudade de casa.
Apenas vontade de continuar.
 
(Afinal o avião sou eu, agora só
Falta aprender a pilotá-lo.)
música: Arcade Fire - My body is a cage

publicado por JoãoSousa às 21:33
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De emanuela a 26 de Fevereiro de 2008 às 01:57
Há tantas maneiras de "viajar"... E estas viagens podem nos trazer alegria, paz ou infinita inquietude, uma vontade sempre crescente de soltar amarras.


De emanuela a 26 de Fevereiro de 2008 às 02:35
Amigp, eu é que ando "viajando". Tenho deixado meu endereço errado...Mas tu já conheces o caminho para minha nova casa. Beijos.


De V.A.D. a 27 de Fevereiro de 2008 às 03:08
A própria vida é uma viagem, o nosso corpo o veículo, a mente pilotando... :-)

Um abraço!


De Melissa a 27 de Fevereiro de 2008 às 11:41
Bom dia! Tornei o Antigos Caminhos restrito só a leitores convidados. Queria que continuasses a visitá-lo mas não tenho teu mail. Se aceitas meu convite, contacta-me através: melissa.yedda@gmail.com , para que te possa incluir. Beijinhos.


De ana a 27 de Fevereiro de 2008 às 23:36
não sei se pilotar o avião se chega alguma vez a saber, mas enquanto vamos aprendendo é muito bom!


De dark revenge a 3 de Março de 2008 às 18:00
^^


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs