Sábado, 24 de Novembro de 2007

A Liberdade (com muita música)

A música sempre se deu bem com a liberdade.

Não é por nada que o nosso corpo se expande e se excita com um mínimo som. A música é (mais uma vez) o gritar de uma alma, que, presa num corpo se evapora entre o suor do movimento de dança e chega fora de nós, para o mundo.

Nos abala e nos “desacanha”, nos envolve e nos Liberta (numa diversão desenfreada de quem se pode dar ao luxo de ser único uma vez que seja).

É assim. O músico cria a música e até ao final da criação a música é a sua prisão. Até que a música, nascida, criada, já adulta desprende o músico.

É na música, com a música que sou livre, que vivo feliz, que sonho e desgasto o corpo. É na música, com a música, quando há musica que sinto ter alma e a calma de me desprender das amarras que me prendem e me ferem contra a terra real.

É na música, com a música, quando há música, que quem faz música entende o poder da música e da liberdade e da sua união íntima.

(vem como um arrepio, sobe pelo braço, passa pela espinha, quando chega à nuca, aí sim, sente-se o peso dum corpo vazio, sem alma, mas com a estranha calma de quem finalmente se libertou.)

música: Clap Your Hands Say Yeah! - Satan, Say Dance

publicado por JoãoSousa às 19:57
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De V.A.D. a 24 de Novembro de 2007 às 22:39
O poder da música é também entendido mesmo por aqueles que não a fazem. Não sendo minimamente conhecedor da arte, não evito arrepiar-me, extasiar-me, elevar-me e emocionar-me, com algumas composições que me parecem transportar a um outro Universo...
Desejo-te um melodioso final de sábado!

Um abraço.


De Emanuela a 25 de Novembro de 2007 às 02:50
E isto sempre me arranca um suspiro e ma faz transcender... Ah! música! Sem dúvida, é uma das donas e mim...
Um beijinho, e obrigada por sempre partilhares conosco destes belos pensamentos melodiosos( mesmo que sejam as melodias aos gritos: expressões da alma).


De Lazy Cat a 25 de Novembro de 2007 às 12:31
É com a escrita, que a mente se abre e se agita, que o pensamento se solta e vagueia, se entreda e liberta da teia....e com a música que adormece a sonhar, entre novas palavras que a música põe a dançar....


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs