Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

...

Liguei logo ao psicólogo. Ele tinha dito que qualquer urgência, por mínima que fosse, deveria ligar-lhe de imediato e descrever-lhe o que sentia, tudo no mesmo momento. Sem tempo para reflectir sobre, pois como sempre dizia entre sorrisos, era que “No pensar estraga-se muito de nós! Problemas simples, pensados, tornam-se complexos.”

Atendeu de imediato e nem o deixei falar.

- Voltou, assim como quem não quer nada, doutor. Subiu-me um arrepio pela espinha e logo de seguida amargou-se-me a boca com aquela acidez de angustiosa insegurança. Que faço doutor?

Não me respondeu durante muito tempo, e nesse silêncio já sentia o meu cérebro a arrancar todos os pedaços de dores e a formar varias teorias, cada uma pior que a outra.

Ele continuou em silêncio durante muito mais tempo, mesmo com os meus pedidos de ajuda cada vez mais constantes e angustiados pelo telefone. O meu pensamento estava sem duvida a tomar conta de tudo o que eu estava a sentir no momento.

Voltou a sua voz calma, como se o facto do meu sofrimento não lhe interessasse. Mandou-me pôr a musica alta, tão alta de maneira a que não conseguisse ouvir os meus próprios pensamentos, até que passassem todas as dores.

Fiquei indignado e comecei a desatinar com ele. O doutor nem me respondeu. Apenas quando ia a desligar o telefone ele me disse com um tom de sarcasmo:

 “Tem juízo e arranja amigos! Vítimas há realmente muitas, mas Estúpidos há ainda mais.”

música: Air - Once Upon a Time

publicado por JoãoSousa às 20:09
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Emanuela a 31 de Maio de 2007 às 03:19
Olá.Creio ter te magoado com o comentário que fiz neste teu post, pois vi que nem o publicastes. Desculpe. Não foi minha intenção.Pelo contrário, quiz te animar.Mas nem sempre escolhemos bem as palavras para isto não é mesmo? Não sei se realmente fazes análise ou se foi um post imaginário. Talvez quem devesse fazer análise fosse eu, não é mesmo? Desculpe,mesmo. É porque sou assim meio abusada, talvez no tom da minha fala ( de boas intençoes o inferno está cheio,nao é?)Peço que nem publiques tbem este comentário e se quiseres me dar uma resposta faça-o natravés do meu blog que tbem não publicarei.Boa Noite. E fica bem!


De Emanuela a 3 de Junho de 2007 às 16:24
Olá. O comentário que eu havia feito anteriormente foi sobre este post e como não o vi publicado, achei que te havia magoado. Fiquei pensando se havia usado ,talvez, um tom sarcástico quando o comentei... Então, se não apareceu devo ter feito algo errado na hora de publicar e não me dei conta. Melhor assim. Pois como dizes no post, também eu ás vezes não consigo traduzir meus sentimentos em palavras e acabo machucando os outros com isso. Um grande abraço. E fica bem!


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs