Domingo, 8 de Abril de 2007

A menina arrogante



De nariz empinado

E pêlo na venta,

Lá vai a menina

Que todos atormenta.

 

Pensa que tudo sabe,

E se alguém a corrige,

Desata num berreiro selvagem

Que a todos aflige.

 

A menina tem tudo o que quer

E o que não tem, faz por conseguir.

Se alguém é melhor que ela,

Ela é capaz até de ferir.

 

O pai é sem duvida muito culpado,

Não tem tempo para a filha,

Faz-lhe todas as vontades

Para não haver nenhuma guerrilha.

 

Já toda a gente diz,

Quem sai aos seus não degenera,

Basta ver pela sua mãe,

Também uma grande megera.

 

A seu ver, é uma estrela,

Daquelas bem mais cintilantes,

Mas não sabe que para os outros

Não passa da menina arrogante.



Gabriel Braga


E parece que Ele ressuscitou mais uma vez!
(Até para o ano!)
música: Denvendra Banhart - Autumn's Child

publicado por JoãoSousa às 13:46
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs