Quarta-feira, 4 de Abril de 2007

Sobre os momentos, neste momento, sem pensar no momento

Um cansaço inexplicável esgota-me a alma e torna-se físico. As dores de cabeça de tanto pensar são constantes, as dores de peito de tanto sofrer, ainda piores. Já foram de enfartes a AVC’s. De tudo um pouco corre por este corpo moribundo, sofrido, débil e desajeitado.

Imagino como seria o mundo se apenas nos fosse dado o instinto de sobreviver, tal como os animais e não consigo chegar a uma conclusão decepcionante, antes pelo contrario, em todas as conclusões, reparo que no fim apontam para que, tal como Alberto Caeiro, uma ausência total de raciocínio leva a um efeito de felicidade constante. Apenas porque sentimos o momento e não pensamos o momento.

O simples facto de estar no momento é o bastante. O complexo facto de pensar o que está a decorrer no momento é supérfluo, exagerado, inútil.

E luto contra isso todos os dias. Contra o facto de ter, obrigatoriamente de analisar todos os momentos em que me encontro, até à exaustão, à procura de uma resposta acerca do momento.

Mas para quê? Para que preciso eu de resposta para todos os momentos que acontecem comigo? Porquê esta necessidade constante de correr para o meu interior e pensar, pesquisar, questionar tudo sobre o momento.

O momento deveria ser apenas o momento e nada mais.

E acabo aqui o momento, sem pensar neste momento. Como se apenas se tratasse de mais um momento.



Gabriel Braga
música: Bloc Party - Hunting For Witches

publicado por JoãoSousa às 02:16
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Suja a 9 de Abril de 2007 às 13:20
Para escreveres sobre o momento tens de estar a pensar no momento :P toma e um momendol.Comentario escusado mas ninguem te tem deixado nada :) e alem disso momendol e para o alivio de dores músculo-esqueléticas :\ me gustas tu parvinha yo @@@@@


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs