Terça-feira, 26 de Dezembro de 2006

O Manel

O Manel que era pastor,

Lá no cimo de uma serra,

A guardar o seu rebanho,

A guardar o seu rebanho,

Não sabia o que era a guerra.

 

Mas os homens que são maus,

Vão tirar a paz à terra,

E o Manel que era pastor,

E o Manel que era pastor,

Um dia parte para a guerra.

 

Morrem homens aos milhares,

Está de luto toda a terra,

E o Manel que era pastor,

E o Manel que era pastor,

Sabe agora o que é a guerra.

 

Se em toda a parte todos os homens,

Dissessem Não!

Dissessem Não!

Nunca os homens como o Manel

Teriam Morto seu irmão.

Teriam Morto seu irmão…


(Povo Português)


Músicas destas num natal em família, com o som de órgãos, violas, velas e vinhos...


publicado por JoãoSousa às 00:26
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Imagens

SAPO Blogs