Sábado, 27 de Março de 2004

A Resposta…

Devolvi a rosa-dos-ventos que Camila me tinha desenhado na sua carta. Resolvi dar a resposta ao seu apelo de me ajudar o mais rápido possível, pois assim saberia que não voltaria atrás na minha resposta, nem ela voltaria atrás na sua oferta.
Passei a noite a tentar justificar a minha opção mas não encontrava nenhum argumento valido para tal escolha.
Estava no meio da aula e pedi ao meu colega da frente para lhe passar, pois não conseguia, não tinha coragem para ir directamente falar com ela, não suportaria os seus olhos meigos a olhar para mim, as suas mãos quentes tocarem na minha cara.
Ela recebeu o bilhete e olhou para trás, para mim enquanto eu desviava o olhar e sorriu.
“Não quero que sejas o meu Norte. O Norte é sempre muito frio e eu preciso de calor.
Não quero que sejas o meu Sul. O Sul é demasiado longe e eu não tenho força para andar.
Não quero que sejas o meu Este. O Este é demasiado cheio, e eu preciso de estar só.
Não quero que sejas o meu Oeste. O Oeste é demasiado grande e vago. Perderia-me em si facilmente.
Quero apenas que sejas o meu Centro, para saber sempre onde estou e que caminhos posso tomar.”
Olhou novamente para trás, com um sorriso enorme no rosto e desta vez esperou que eu olhasse para ela e quando olhei, baixinho ela disse-me “Serei certamente o teu centro”.
Alexandre olhou-me e perguntou-me o que se passava. Ele, que sempre fora o meu centro estava agora a ser trocado… mas era para o seu bem…


Gabriel Braga in As Cartas de Gabriel

publicado por JoãoSousa às 14:43
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 28 de Março de 2004 às 11:27
Este teu texto tocou-me muito, comoveu-me. Está lindo e nem digo mais nada porque o vou relerencandescente
(http://eroticidades.blogs.sapo.pt/)
(mailto:encandescente@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs