Terça-feira, 10 de Agosto de 2004

Mais Filmes... É assim a minha vida...

E cá estou eu de novo, depois de mais uma overdose de computador, fui finalmente para a cama, mas o sono, a chuva e o calor não me deixavam dormir por isso rodou mais um filme até altas horas da manhã. Desta vez foi o “Along comes Polly”, mais uma comédia com aquele senhor chamado Ben Stiller que sempre achei piada mas agora acho que a piada dele esta a virar para a estupidez… Mas pronto…
É a típica comédia romântica, cheia de peripécias pelo meio, até chegar ao fim onde finalmente os dois ficam juntos e felizes para sempre (pouco previsível), mas esta exagerou em coisas estúpidas. Valeu no entanto, para mim, o desempenho da menina Jennifer Aniston que tinha a sua piada. Mas nada demais.
acp.jpg
Hoje, para variar um bocado, fui visitar uns tios a Melgaço.
Com a sorte que eu tenho, cheguei a casa, mortinho por vir para o computador conversar com alguém ou pelo menos, na pior das hipóteses, ver um pouco de televisão (a bela programação que temos ao fim da tarde… novela, novela, novela…. Ou então programas demasiado cultos, ou demasiado sensacionalistas), mas qual não é o meu espanto (que não foi muito porque esta coisa da Tv e Net por CABO não está a sair grande coisa) quando vejo que não tenho nem Internet, nem televisão. Pronto… lá fui eu para o meu terceiro vício: Os filmes.
Finalmente, ao fim de um ano a tentar ver o Moulin Rouge, sempre a parar na mesma parte (há quem diga que eu não consigo ver o filme porque não aguento o facto da Miss Kidman estar a morrer) mas a verdade é que, apesar da piada das músicas alteradas para o romance que vão desde Nirvana até Lamb passando pela Madonna, o humor das personagens, o drama do triângulo amoroso, nunca tive paciência para ver aquele filme do princípio ao fim… Não sei porquê!!!
moulin_rouge_caroline_4.jpg
(sempre gostei dos maus da fita nos filmes!)
Depois de correr para a televisão e para o computador para ver se já alguma coisa por CABO funcionava, como vi que continuava tudo na mesma, saltei outra vez para cama e decidi-me a ver outro filme. Como não tenho muita hipótese de escolha (porque já os vi quase todos) calhou-me “The Swimming Pool”.
Basta dizer que este filme é com adolescentes e com um assassino que se lembra de os matar a todos por causa dum assunto passado que o irritou, alem de ser completamente louco e de morrer de ciúmes da personagem principal que como sempre sobrevive (como fiquei admirado com o fim do filme) …
Este pelo menos passava-se na Europa, pelas pontes era em Amesterdão, mas também não reparei muito bem porque estava sempre a puxar a frente até as partes em que morria alguém, para me rir das mortes estúpidas que haviam… (o ser humano tem mesmo muita imaginação…)
swimming01.jpg
(Não! Não é a assassina!)
E pronto… acabou por enquanto. Agora vou-me vingar do dia que passei sem Net e depois quem sabe… para variar… ver mais um filme.

Gabriel Braga

Agora, para subir um bocado o nivel ao blog (porque sei que estou a ficar repetitivo com a historia dos filmes) mais um poema desse grande senhor (pelo menos para mim):

tu forma de homem pessoa
foste lançado na terra como
um pião das mãos de crianças
não sei não sei talvez
como uma flor espontânea
na superfície do mundo
como muitas flores na minha
pele ou dentro do meu peito
ou dentro dos meus olhos abertos
ou dentro de tudo de mim
não sei não sei talvez
tu brisa entre os assuntos
incompreensíveis brisa no
espaço vazio entre os
mistérios num tempo mais
novo do que eu e a
ultrapassar-me a deixar-me ou
não sei não sei talvez
como um tempo de inocências
ou uma só inocência no teu
olhar a suspender o céu na minha
pele ou dentro do meu peito
ou dentro dos meus olhos abertos
ou dentro de tudo de mim.

José Luís Peixoto Publicado em "As vidas reunidas" - Cadernos Átis 1

publicado por JoãoSousa às 22:41
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs