Quarta-feira, 11 de Agosto de 2004

A ultima Carta. . .

“Meu Anjo.
Eu não acredito. Tu apareceste-me. Deste-me a tua luz e fizeste-me voar. Obrigado!
A tua vinda abriu todos os meus horizontes. Nunca pensei que me viesses visitar, ainda por cima ter comigo, e logo no dia em que eu mais precisava, no dia, faz hoje um ano, em que conheci o demónio que me levou para o inferno mas que com a tua ajuda consegui sair. E ainda no dia em que os meus amigos descobriram tudo. Tu sabias que isto iria acontecer, e então dás-me uma resposta que muitos procuram, a nossa vida está escrita. Existe destino!
Deste-me força. Já não me sinto um marginal, um louco poeta à margem da sociedade. Agora tenho força para dar à sociedade os meus ideais e lutar por eles e para me tornar também em parte da sociedade. Mas quererei eu fazer parte da sociedade?
Só tu. Só tu para me ajudares a voltar a ter gosto por lutar pela vida. Só tu para me responderes se era suposto ser assim. Só tu meu Anjo. Só tu! E o melhor, deixei de te amar. E agradeço-te por isso! Pois agora podes partir em paz. Agora que sei tudo! Que me amas também, então deixo-te livre. Voltarás quando quiseres para reviver uma vida, a minha vida e partirás quando quiseres.
Estou tão contente que quase rebento. Adeus velhos mundos e tristezas. Adeus drogas, fugas e calafrios. Claro que guardarei tudo isto (como tu me aconselhaste) para com eles vir a enfrentar novos perigos e vencer novas etapas, saltar problemas e correr sobre obstáculos.
Agradeço-te do fundo do meu coração que voltou outra vez a bater. Que bem que cantam os pássaros da vida. E agora poderei cantar com eles a bela melodia que nos mantém vivos.
Adoro-te. Obrigado meu Anjo.

Do sempre teu,

Gabriel Braga

in Uma Viagem

publicado por JoãoSousa às 19:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs