Sexta-feira, 19 de Novembro de 2004

Ainda espero

E ainda te chamo pelo nome
quando me deito sozinho na cama.
Ainda te vejo quando acabo por fechar os olhos
e ainda ouço o teu riso quando te vejo em sonhos.
(E as vezes nesses sonhos sinto o cheiro dos teus cabelos)
Vejo-me muitas vezes a tocar nos sítios em que me tocavas.
Lembro tudo o que passamos juntos
e isso faz-me sofrer ainda mais.
Ardo quando imagino os teus lábios a tocarem nos meus
e sinto os olhos doloridos quando revejo a tua sombra na despedida.
E porquê?
Porque guardo todas estas lembranças tuas?
Porque me auto-destruo relembrando a tua vida?
Não encontro resposta.
Sei que devia deixar-te ir, deixar-te livre, esquecer-te
mas não o faço. Prendo-te na minha memória.
Tudo, guardo todos os teus gestos, todas as tuas falas
Colecciono todos os momentos que passei contigo
E porquê?
E se um dia voltares,
serás um anjo, em todo o teu esplendor.
Brilharás novamente na minha vida e iluminarás o Mundo
Cantarás maravilhas eternas
E terás toda uma eternidade pela frente.
Espero,
e talvez seja por isso que ainda te espero.



Gabriel Braga

publicado por JoãoSousa às 20:07
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 19:09
Somos tendenciosos a relembrar exageradamente os bons momentos que passamos com aquela pessoa q nos abandonou... Porque? Para sofrermos ainda mais ou pq temos pavor q o tempo apague esses momentos? Bonito poema...miss antipatia
(http://www.missantipatia.blogs.sapo.pt)
(mailto:missantipatia@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Novembro de 2004 às 13:23
Parabéns GabrielLino Gomes
(http://www.pensamentosdiversos.blogspot.com/)
(mailto:lino_aliado@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 22:13
mais um poema excelente, como e normal neste optimo blogspeak_easy
(http://postas.blogs.sapo.pt)
(mailto:hmeira@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 21:58
mfc nao sei se te desiludo mas nao sou o Tal Rafael que conheceste a jogar Bridge no porto! Obrigado pelo comentario!madness
(http://www.unknownpoets.blogs.sapo.pt)
(mailto:madness@portugalmail.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 21:02
Antes de mais obrigado pelo teu comentário.
Agora uma pergunta.
És o Rafael que conheci no Porto a jogar Bridge?mfc
(http://pedemeias.blogspot.com)
(mailto:manuelfelixcosta@msn.com)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 20:46
A esperança é a última a morrer...e quem espera sempre alcança...Ditados populares que têm todo o sentido.pedevento
(http://pedevento.blogs.sapo.pt)
(mailto:mardapalha@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Novembro de 2004 às 20:45
:) espera com um sorriso*Black Rose
(http://wwwalguemperdido.blogspot.com)
(mailto:gu4no@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Passado

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

blogs SAPO