Domingo, 21 de Novembro de 2004

Não te chegava

Tentei dar-te as estrelas
Mas não quiseram ser dadas.
Roubei umas faúlhas de lua
Mas perdi-as no caminho.
Então desesperado tentei roubar
Uns raios ao sol,
E quase morri queimado por isso.
Tudo isto porque, quando te tentei dar
O meu coração, tu disseste-me que
Só isso não chegava.


Gabriel Braga

publicado por JoãoSousa às 18:20
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Anónimo a 23 de Novembro de 2004 às 00:21
tb me disseram a mesma coisa mas mesmo assim continuei a tentar.. e ainda tento mesmo sem perceber pk... Beijos PS. obrigada pela tua visita! Hideous
(http://angelwings.blogs.sapo.pt)
(mailto:h@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 15:50
Por vezes chega...mas nem sempre :)finurias
(http://www.cagalhoum.blogspot.com)
(mailto:blog_do_cagalhao@portugalmail.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 15:35
Ola, boa tarde
Fiz uma visita ao teu blog, achei interessante.
Fica a promessa de cá voltar.
Quando puderes visita o meu. Cumprimentos
http://opiniaoblog.blogs.sapo.ptP.Santos
</a>
(mailto:Skynet36@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 15:14
Não quer o teu coração... quer é que tu o feches a sete chaves. Pois, assim sabe que não o entregas a mais ninguém!Carlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 10:50
Ola,to de visita ao teu blog e gostei mt. vou-te adicinar aos meus links. espero q vas dar uma espreitadela ao meu blog e espero q gostes.beijokas.andrye
(http://andrye.blogs.sapo.pt)
(mailto:andrye@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2004 às 02:15
Como alguém referiu, a simplicidade consegue ser de uma beleza sem comparação. É o que acontece com esse poema.Prodigy_
(http://apenascronicas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:andrefilipe83@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 23:25
Oh mad...és tao nito:) palavras doces as tuas fazes me sonhar beijo carinhoso**RoseBlack Rose
(http://wwwalguemperdido.blogspot.com)
(mailto:gu4no@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 21:54
Quando o sentimento n predomina, nunca nos contentamos com o puro, queremos sempre mais sem, sequer nos apercebermos que nada ha de mais precioso que o coraçao de alguem... Lindo poema! Amei! bj'smissantipatia
(http://www.missantipatia.blogs.sapo.pt)
(mailto:missantipatia@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 18:44
Não há dúvida que os poemas mais simples são os melhores,um coração do tamanho do mundo...Paulo
(http://novavida.blogs.sapo.pt)
(mailto:Paulossr@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Novembro de 2004 às 18:23
Adorei o poema. O máximo que se pode dar a alguém é o coração, quando supostamente se pede mais... essa pessoa não nos mereçe.polittikus
(http://polittikus.blogspot.com)
(mailto:pp@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Passado

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

blogs SAPO