Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

A Culpa

Aquilo ali não é o horizonte do fim da vida.

É o levantar de um novo e solitário dia!

É o renascer de mais uma abandonada era.

E aqui me prostro eu a aprecia-la.

 

Maldita vingança, abominável ira!

Que em favor do julgamento dos culpados,

Se foram também os pobres inocentes.

E o aperto da culpa é só e é minha!

 

Ah! Pobre de mim, coitado, seduzido

pelas sibilantes cascavéis que me cercam

e me inebriam em falsas promessas!

 

Ah! Rogo agora que tudo volte ao antes!

Que a guerra se apague da história e que

A manhã acorde bela, simples e cheia de vida.

música: Amy Winehouse - Back to Black

publicado por JoãoSousa às 20:53
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Emanuela a 12 de Junho de 2008 às 21:46
Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas como o mar
Num indo e vindo infinito
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo
Agora
Há tanta vida lá fora, aqui dentro
Sempre como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas como o mar
Num indo e vindo infinito
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir
Nem mentir pra si mesmo
Agora
Há tanta vida lá fora, aqui dentro
Sempre como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar( de Lulu Sanrtos e Nelson Mota)
Não pude deixar de pensar nesta música quando li o teu poema, porque tudo passa, mas as marcas sempre ficam.
Beijo




De Lazy Cat a 17 de Junho de 2008 às 13:09
Voltar ao antes é tão simples!
Depende apenas de vontade própria, pudesse tudo ser assim!

:)))


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs