Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

Divagações / 10 (Em tempos de Escravidão)

Havia tempos em que existiam escravos, de corpo e alma, entregues às necessidades burguesas de outrem, daqueles que tinham dinheiro, fama, poder, vontade!

Esses escravos, pobres seres, tratados como inferiores, trabalhavam a troco de nada, ou como forma de pagamento da sua liberdade. Não eram como os outros. Tinham de pagar aquilo que lhes fora concedido por natureza desde o seu nascimento.

Não sabiam outro modo de vida, não o conheciam. Conheciam apenas a sua alcunha de escravo, a sua triste vida de trabalho e servidão.

 

Agora, nestes tempos modernos, a escravidão é diferente! Não somos escravos de ninguém, apesar de continuarmos, toda a vida, a trabalhar em função de alguém. Somos escravos de nós próprios. Dos nossos afectos, das nossas convicções e vontades. Dos nossos ideais.

Somos os novos escravos, os servos sentimentais.

Vivemos em função do amor e de toda a sua burguesia. Nascemos, tal como os nossos antigos, sem conhecer outro modo de vida, a não ser o mistério da paixão, do ardor do nosso coração. Não podemos escolher. E para isso, como vontade ou não, trabalhamos incansavelmente, mesmo sabendo que tão duro preço é difícil de alcançar. Somos, tal como os passados escravos, dependentes da nossa força para atingirmos a liberdade, a nossa liberdade sentimental. E tal como eles somos oprimidos, devastados, obrigados a pagar altos preços por esse sonho. Ilusão essa tão difícil de possuir.

 

Somos Escravos. Novos escravos. Sem capangas nem senhores! Somos serviçais dos nossos próprios jagunços, dos nossos próprios fidalgos.

 

Somos Servos da nossa vontade.

música: The Cranberries - Twenty One

publicado por JoãoSousa às 00:06
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Emanuela a 21 de Junho de 2007 às 02:29
Oi amigo. Tens estado inspirado e "firme" nos últimos dias. Falando com muita convicção... Muito bons teus posts. Um abraço!


De Sujinha a 29 de Junho de 2007 às 13:10
Eu sou a mocamba...


De Constantine a 29 de Junho de 2007 às 14:36
faz-me recordar os versos de um GRANDE POETE E AINDA VIVO:
"Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém, não
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem..."
abraço


De Anónimo a 19 de Julho de 2007 às 08:46
FRACTURA OU O DESÉRTO DOS HERÓIS

O pensamento desagua
em mar morto,
Reviro e
revolto o ser
porque me entristeçe
o entardeçer...
Estrangulo
em ópio
o ócio de
de me sentir oca...
Atravesso o deserto
e ácido o desejo
é
despejado
como fardo
algemado
ao cárcer .
Negra a pele
de quem nasce diferente
e indiferente
do outro lado
ao trono sobe o conquistador!!
É oiro
É prata e
baratos
são
os despojos
com que se arrojam
os asnos
do passado...
Ao mar se fizeram os homens
e parados no Pacífico
ficaram petrificados
com as naus
à banda...
Abandonados ao destino
ficaram
os outros
do lado de lá!
E agora
dão-lhe esmola
porque o pobre pede...



Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs