Domingo, 29 de Fevereiro de 2004

O convite III

Levantei-me porque o sofá me apertava contra ele… levantei-me porque o gato saltou-me para o colo, levantei-me porque a parede me prendia, levantei-me porque as chamas gritavam-me para ir ter com elas. Levantei-me e ela levantou-se também. “Vamos então?” e deu-me o copo de agua para a mão, tocando-me levemente. A sua frieza tal invadiu-me totalmente o corpo… calçou as botas e colocou de novo a capa de viagem, suspirou fundo e sorriu como nunca tinha sorrido “está na hora” dizia ela olhando para um relógio inexistente na parede. “As tuas paredes projectam sombras dum passado feliz… intimidam a tua mente com filmes que não voltaram a existir, as chamas gritam por ti duma maneira cruel… elas não te querem para nada. Apenas para as acenderes, para as fazer viver… o teu gato chama-te para carinhos já esquecidos, para uma convivência que outrora era bonita mas que agora não passa de simples habito… este mesmo tapete que piso, e onde outrora te deitaste quando fazias amor, quando te sucumbias ao desejo do sexo… agora chama-te para uma noite solitária, olhando para as paredes e imaginando o que fazias antigamente com o corpo que se enrolava em ti, que penetravas, que sentias o suor e os gemidos… mas agora esse corpo caminha comigo e tu vens também. Só assim poderás reviver aquilo que as paredes te mostram, poderás reavivar as chamas que agora só te chamam para viverem, poderás viver de novo com o teu gato em perfeita harmonia, só ai poderás sujar mais tapetes com o prazer do sexo, pois ai voltaras a ter companhia, voltaras a gemer acompanhado, voltaras a sentir o corpo a dormir ao teu lado. Vai calçar as tuas botas.”
Não preciso de botas, nem de nada daquela casa que me sufocava. Abri a porta e ela saiu misturando-se com o negro da noite, sai também atrás dela embrenhando-me no frio nocturno e finalmente fechei a porta.

Gabriel Braga (numa noite pedindo por favor para poder entrar...)

publicado por JoãoSousa às 20:18
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 3 de Março de 2004 às 17:40
Avassalador...devias ter vindo para Comunicação Social...este é o melhor elogio que te faço...simplesmente genial...genial...genial...mia
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 1 de Março de 2004 às 03:00
Mais uma vez me deixas abismada com o poder de sedução das tuas palavras, a força com que o discurso se desenrola e a emoção que se apodera do leitor. muitos parabéns fofo...menina sorridente
</a>
(mailto:)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 25 seguidores

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Antena

.Presente

. À lembrança

. À escrita

. ...

. ...

. Às vezes

. ...

. Lhasa

. Balanço Anual

. Soneto débil

. One Night Stand

.Em Leitura


O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder



O Amor Em Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Márquez


O romance da raposa - Aquilino Ribeiro


A Arte da Fuga - Daniel Sampaio


Laranja Mecânica - Anthony Burgess



Tudo Que Temos Cá Dentro - Daniel Sampaio

.Blogs

Naif Naif
Studio 78
Marilia's Livejournal
Antigos Caminhos
O Micróbio
Photo of the Day Ng
Cine Blog
A whisper in your hear
O Meu Entendimento
Emanuela
Dentro de Mim
Parlamento do Pica Pau
Gritos Mudos

.Videos

Luciano Pavarotti & DOlores O'riordan - Avé Maria Arcade Fire - Wake Up Sigur Rós - Hoppipolla "I recorded my Amaryllis flower with my webcam for a month, taking 1 photo every 13m 20s. It is played back here at 25 frames per second to Liz Phair's song "Flower". This is my first attempt at timelapse photography, so it's not perfect, but not bad." - by paul Newson

.Imagens

SAPO Blogs